ÁREA DO ASSOCIADO

15/03/2018

Como a Via Varejo usa a tecnologia para otimizar logística e estoque



Os desafios de manejar um negócio varejista são muitos, desde estratégias de venda à adaptação tecnológica. Mas a específica equação envolvendo logística e estoque pode dar muita dor de cabeça aos empresários do ramo, caso esse aspecto não seja bem planejado. A Via Varejo, por exemplo, holding das Casas Bahia e Ponto Frio, está entre as empresas que conseguiram, com o uso de novas tecnologias, equilibrar a quantidade adequada de produtos nas lojas.

A metodologia utilizada para otimizar a integração entre logística e estoque foi a de Planejamento de Distribuição (DRP, na sigla em inglês), que mistura técnicas de gestão de supply chain com programação de um software específico para a análise de distribuição da cadeia de produtos.

A Via Varejo conseguiu reduzir em 30% a falta de produtos nas lojas, assim como os itens comercializados via e-commerce. Consequentemente, houve também diminuição de 17% do excesso de produtos em estoque.

Segundo o diretor de Operações Logísticas da Via Varejo, Edgard Liberali Filho, em 2013, a empresa começou a buscar alternativas no mercado para o controle e gerenciamento dos estoques. Desde então, além do DRP, foram utilizadas mais duas tecnologias integradas: o intercâmbio eletrônico de dados (EDI, na sigla em inglês), que digitaliza todo o processo de trocas de informação, dados e documentos, e o portal de agendamento de entregas de produtos.

“No geral, tivemos um melhor balanceamento dos estoques, reduzindo os excessos de produtos em alguns pontos da rede em 17% e a falta deles para venda em 30%, que alavancaram as nossas vendas”, destaca o executivo. Após o projeto, que teve a consultoria da empresa Neogrid, “a gestão de estoques na rede ficou mais dinâmica e assertiva, com maior precisão em relação às variações de demanda diárias”, completa Liberali.

Como funciona o DRP
A função da solução de Planejamento de Distribuição (DRP) é distribuir os produtos que estão armazenados no centro de distribuição (CD) das redes varejista e atacadista entre os seus pontos de venda. Os algoritmos inteligentes de reposição direcionam os estoques para os locais corretos em quantidades ideais, evitando excessos e faltas de produtos, e aumentando o giro de estoque.

“O DRP sugere quando e quanto de cada produto deve ser enviado a determinada unidade com base em parâmetros como média de vendas em cada loja, tempo que o CD leva para entregar, frequência de reposição e estoque de segurança de cada produto. E isso foi fundamental para reduzir faltas e excessos de estoque da Via Varejo”, explica o vice-presidente de operações da Neogrid, Robson Munhoz.

Novas soluções para a Via Varejo
O próximo passo da Via Varejo é implantar as ferramentas de Planejamento de Demanda e Reposição Colaborativa, também sob consultoria da Neogrid. Elas pretendem ajudar nas estratégias baseadas nas vendas ao consumidor final. O novo processo será fundamental à companhia, que pretende elevar seu investimento em 2018 e abrir de 70 a 80 lojas para ampliar a integração do comércio físico com o online.


voltar