ÁREA DO ASSOCIADO

28/03/2018

Sua marca tem feito Comunicação Integrada de Marketing?



Texto por Eduardo Vilas Bôas
Professor, consultor, blogger e editor do MMdaMODA

 

Toda empresa precisa se comunicar, tanto para vender produtos e serviços, como para trabalhar a construção da sua imagem e a sua reputação junto ao consumidor final – o que reverbera, diretamente, na sua capacidade de cobrar a mais por aquilo que vende.

Philip Kotler e Kevin Keller já afirmavam que “num certo sentido, a comunicação de marketing representa ‘a voz’ da marca e é o meio pela qual ela estabelece um diálogo e constrói relacionamento com os consumidores” (KOTLER; KELLER, 2006, p. 532). Mas, essa comunicação não deve ser feita de forma aleatória. Ao contrário, quanto mais estruturada e integrada em todas as opções de mídia que a empresa trabalha, melhor será o impacto e a compressão do consumidor.

A isso chamamos de Comunicação Integrada de Marketing (CIM), que consiste no conjunto articulado de esforços, ações, estratégias e produtos de comunicação, planejados e desenvolvidos com o objetivo de agregar valor a uma marca ou de consolidar uma imagem junto a públicos específicos.

A experiência revela que, quando todas ferramentas de comunicação gritam juntas (olha a voz da marca aí novamente), o som fica mais forte e, sobretudo, que, quando combinadas e ensaiadas, ninguém desafina. Ao conseguir fazer com que as ferramentas de comunicação transmitam uma única mensagem, dá-se origem a um fenômeno extremamente importante: a sinergia.

Se os esforços de comunicação não forem sinérgicos, o resultado tem grandes chances de chegar ao público de forma inconsistente, gerando confusão, negação, reinterpretação e dificultando o sucesso de uma campanha ou ação.

Trocando em miúdos: aquilo que está programado para acontecer em uma mídia, deve acontecer também em todas as outras – respeitando-se os estilos próprios das mídias tradicionais (televisão, por exemplo), complementares e inovadoras (mídias sociais...).

E, não podemos esquecer, que a loja e a vitrine também são ferramentas de comunicação de marketing. Elas também devem ser preparadas para estar em sinergia com as outras mídias. Juracy Parente, importante estudioso do varejo, diz que nenhuma outra variável do Composto de Marketing (4Ps) provoca tanto impacto inicial no consumidor como a percepção imediata que o mesmo tem de uma loja.

E aí fica a reflexão: quantas vezes você foi estimulado a ir numa loja porque viu nas mídias sociais ou na televisão um produto e, ao chegar lá não encontrou nada a respeito daquela promoção, campanha ou ação? Isso quando descobrimos algum grande benefício diretamente no caixa, momento que já encerramos a jornada de compra! – aí, meu amigo varejista, já é tarde para o consumidor repensar, voltar aos produtos nas gôndolas e aumentar a sua compra

Fonte - http://www.acicampinas.com.br/blogs:sua-marca-tem-feito-comunicacao-integrada-de-marketing

 

 


voltar